26 de março de 2011

olhos do coração


"- Digamos, se eu não fosse tão normal. Se eu fosse careca, com complexos de superioridade. Ainda apreciarias a minha companhia?
- Claro, não se julga um livro pela capa, ou uma pessoa pela aparência. Julgamo-las pelas suas acções."
by: movie_Megamind


é pena que nem toda a gente pense assim...
ainda bem que eu não penso assim...
ainda bem que aprendi a gostar das pessoas pelo seu interior...
a ver para além do alcance da vista.

20 comentários:

. Sofia . disse...

Eu tinha essa mania. Mas felizmente, já a perdi.
Encontrei amigos nas pessoas que menos esperava. E é assim que se engole muita coisa que dizemos, por pura estupidez. :)
Adorei esse diálogo.
Beijinho

D. disse...

E são raras as pessoas capazes disso como tu! Esse filme é lindo! :)

Vanz disse...

Infelizmente a sociedade dos nossos dias é assim, obcecada com o exterior, como se fossemos melhores ou piores pessoas por sermos mais ou menos bonitos.
Ainda bem que existem excepções à regra e são esse tipo de pessoas que tornam o mundo muito melhor e mais interessante. :)
Adorei o post. ****

Porque um dia me perdi... disse...

Sempre disse..."as iludências aparudem"...

Ha muito tempo que tento dizer a quem me rodeia...mais vale um sapo com alma de principe..que um principe com alma de sapo.

Beijo carinhoso

pink poison disse...

Estou com a Sofia, nunca fui assim mas sim, tive ajuda de quem menos esperava... São as boas surpresas da vida...
Beijoca boa

M. disse...

Tretas. Fosse pelo interior e menos mulheres ficariam solteiras e menos homens iriam para padre.

Uma pessoa resulta da simbiose entre o exterior e o interior. Nem ouso pensar sobre qual tem supremacia...



Um carro tem quatro rodas...Todos têm...Mas no entanto todos sonham/desejam com alguns modelos...Não com todos...

deve ser pelo motor...:)

L* disse...

Não se deve mesmo julgar o livro pela capa...e isso aplica-se tanto para alguém com boa aparência como má! Admito que já julguei pessoas tendo por base a aparência...e umas vezes estava certa outras vezes redondamente errada! A verdade é que é a nossa reacção natural, infelizmente! É por causa de exemplos destes que tento não julgar antes de conhecer a pessoa...

Já agora, o filme está muito engraçado ;)*

eueuemaiseu disse...

fico feliz por saber=)

hug * disse...

repeitos todas as opiniões aqui comentadas, apesar de não concordar...
eu sou como escrevi, não acrescento nem retiro nenhum ponto à minha publicação... à minha forma de ser...
(neste aspecto claro)
**

Catarina disse...

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisivel aos olhos" ;) *

. Sofia . disse...

Vi o filme por causa deste post. É tão fofinho. *.*
Adorei!

hug * disse...

ainda bem que gostaste :)
ja viste o Wall E? já tem alguns anitos mas é muito bom...

gosto muito de animação ;)
**

. Sofia . disse...

Esse ainda não vi, dizem que há muito poucas falas e eu assim já não gosto tanto.
Mas, no geral, também gosto muito de filmes de animação.
Beijinho

hug * disse...

realmente tem poucas falas... mas é fofinho ver apenas um amor por actos :)
o proximo a ver vai ser o "guru, o mal disposto" ouvi falar bem dele :)

beijinhos

. Sofia . disse...

Estou a ponderar vê-lo, portanto. :)

Vê, vê.
Eu já vi, é um doce de filme! :)
Beijinhos

hug * disse...

olha que eu vou mesmo vê-lo...
por recomendação tua ;)

Xp disse...

Acredito que o 1º impacto tem o factor exterior ...mas o que conquista é o interior :)
O Guru mal disposto é FANTÁSTICO :D

hug * disse...

xp
o que conquista nem sempre é o interior pois antes de lá chegar a pessoa ja esta rendia ao exterior...
é claro que o interior conta muito mas a obsessão da perfeição exterior esta tao incutida na sociedade que acabam por se desligar completamente do valor interior...

MartaP. disse...

encontrei mais rápido do que esperava. ehe :)

não se se me ensinaram a ser assim, ou se aprendi por mim... mas agradeço a quem for por pensar da mesma forma. por conseguir ver alem do exterior. e sei que existe muitas pessoas como nós. só por dizer que andam fugidas!

hug * disse...

andam fugidas?
ou então fingem ser banais para não serem excluidas de uma sociedade que as decrimina por pensarem dessa forma...