3 de novembro de 2011

" ... "

sobre o post de ontem...

é exactamente isso...ao olhar para o passado vejo-me estagnado a 10 anos... continuo com a mesma vida que tinha e o problema é que o tempo não está parado nem para mim nem para os meus.
se neste tempo não fiz nada??
fiz claro... tive os meus momentos de felicidade, onde sorri e fiz sorrir... aprendi coisas da vida que não vêm nos livros da faculdade... sofri, chorei e ultrapassei esses momentos... fiz amigos, perdi outros... falo com pessoas que não conheço mas que nunca desistiram de mim, contrariamente a gente que está a meu lado e que desistiram ao primeiro embate...
isto é evoluir?? sem dúvida que sim mas está a faltar algo... um rumo, um objectivo, uma pequena estabilidade que seja no ceio de tanta instabilidade.
faço tantas coisas diferentes umas das outras, coisas que não são sequer reconhecidas e no final os louros vão para os outros, para aqueles que pouco fizeram mais do que conversar...

"Para ser grande, sê inteiro (...)"

pelo menos é o o que eu tenho tentado... agora uma coisa eu não sou...
escravo de ninguém.
quero aprender mais e mais em todas as áreas.

3 comentários:

Never Told Words disse...

podia ter sido eu a escrever isto... mas é que podia mesmo!!! **

Corina de Oliveira disse...

Opá, chegamos a um limite e tu chegaste ao teu... nada de mal nisso.

Desejo que tenhas um excelente fim-de-semana :}
Beijinhos ***

aNa disse...

a vida é um ciclo, damos sempre a volta, e tentamos não cometer os mesmos erros (às vezes é difícil), mas em todos os ciclos há algo ou alguém que faz a diferença. temos de ser positivos :p ...e embora não pareça há sempre alguém a quem conseguimos marcar a diferença, nem que seja por uma simples troca de palavras.

beijinhos e boa semana