28 de janeiro de 2012

esta vida não me tem dado descanso... 
bombardeia-me constantemente com adversidades como se estivesse a ser alvo de uma emboscada em plena II Guerra Mundial... porra!!! já paravas um pouco....
como um mensageiro de guerra corro desenfreadamente por entre obstáculos com um único pensamento em mente, a de que amanha será sempre um dia novo e melhor, a de que amanha eu conseguirei entregar a mensagem... mas esse amanha não surge e levo com mais uma pedra na cabeça, com um estilhaço num braço... e corro sem parar...
estou a perder o pouco que tinha... outrora rico, hoje mal dá para comer...
a situação torna-se desesperante e quem me conhece jamais imagina o que aqui vai, porque no fundo no fundo todos temos as suas armaduras mas aqui em "tudo que em mim não vês" a armadura desmonta-se, limpa-se e cuida-se para que ao sair por aquela porta esteja a reluzir como se fosse nova.
a guerra nunca foi impedimento para que não conseguisse entregar a mensagem, mas a escassez está a por-me fraco e o envelope está a tornar-se cada vez mais pesado...
a corda circunda o meu pescoço fino e um dia se esta guerra estúpida não terminar, será içada do alto de uma oliveira... 

8 comentários:

Su disse...

Revejo-me em cada palavra! Seremos companheiros de batalha?

Lia disse...

um dia, essa guerra termina. e mesmo que estejas demasiado cansado para o reparar, vais chegar a um dia em que vais limpar as armas com um sorriso no rosto e dizer "consegui"!

hug * disse...

Su
Parece que sim, já te havia dito um dia que as nossas vidas têm andado paralelas...
**

hug * disse...

Lia
a guerra não sei se acabará, talvez só com a morte mesmo...
talvez conquiste uma batalha ou até mais do que uma e aí sim poderei dizer "consegui" :)
**

Never Told Words disse...

Eu queria tanto, mas tanto poder ajudar :/ ***

AC disse...

Este texto é tão real, e faz tanto sentido nos tempos que correm que que me fez ter a noção que afinal andamos todos na mesma luta, somos todos confrontados com as mesmas adversidades, e a guerra pode ter cenários diferentes mas é na mesma dura e difícil..para todos.
Não baixes os braços, não desistas...

Beijo* rapaz lutador

Pink Poison disse...

Cabe mais uma?

hug * disse...

Never Told Words
já ajudas e nem te apercebes :)

AC
tento faze-lo, mas há momentos em que se fraqueja... não sou de ferro, nem escondo o que aqui vai...
**

Pink Poison
claro que cabe, podes vir...