18 de janeiro de 2012

o poder de uma musica...

a musica sempre fez parte da minha vida a todos os níveis...
não sou grande musico mas ainda assim já toquei vários instrumentos sendo o mais recente a guitarra mas nada pró tudo de uma forma amador, autodidacta...
contudo, o ouvir, esse nunca o deixei de fazer seja ela qual for, independentemente do seu género musical... mas tenho que vos confessar que tenho uma preferência pelo que é nacional, pela musica portuguesa :)
ontem foi dia 17 e foi um dia em que acordei a mil à hora, onde tudo que aparecia para fazer eu o fazia... fui trabalhar com a minha mãe (numa de a ajudar no que ela precisa) e não abrandei por um minuto sequer, chegando ao ponto de mandar vir com ela por me estar a abrandar o ritmo... 
e isto porque??? para não pensar que era dia 17... 
ouço na rádio por mais do que uma vez esta musica...



tenho um apreço especial por este senhor não só porque é português, mas pela sua presença em palco e pelas excelente letras que cria... e porquê esta musica?? perguntam vocês...
pois faz agora um ano que me ofereceram este cd e que rodou vezes sem conta no meu carro... até ao dia em que disse a mim mesmo que bastava já era tempo de virar o disco...
...mas inevitavelmente esta musica ficou... e ficará para sempre associada àquele momento...
momento de muita dor e sofrimento que eu jamais esquecerei, o dia em que me tiraram o chão e me fizeram cair em queda livre só parando no fundo dos fundos por onde me mantive durante muito tempo.
hoje recordo os instantes que vivi... um ano depois...
hoje aquela musica enviou-me para o mundo das minhas recordações...
:(
o poder de uma musica...

6 comentários:

Never Told Words disse...

Um ano depois, aí estás tu de espírito renovado!! As lembranças, as músicas, as saudades ficam sempre, mas seguiste em frente e serás recompensado por tudo o que passaste.. eu acredito :) **

Lia disse...

também ouço muita música e dou bastante significado a quase todas as letras que ouço... e claramente, a música portuguesa, que tão pouca gente admira porque é "azeiteiro", "lamechas", "sem sentido", mas que tem e sempre terá "alma", é a minha preferida! e dentro de vários artistas, Pedro Abrunhosa foi um dos que aprendi (recentemente, confesso!) a apreciar... e esta música também me traz imensas recordações.

aNa disse...

pois a música tem um poder incrível, associamos a música a momentos, a situações, a pessoas...e de repente se por um motivo a ouvimos as recordações invadem e o tempo volta atrás. é sinal que não somos indiferentes ao que nos rodeia, ao que nos acontece... por vezes é bom recordar.

A musica é sempre um bom refugio.

Su disse...

Partilho contigo esta "mania" de ligar músicas a momentos (felizes ou tristes). Tenta procurar uma música que celebre a hora em que emergiste desse fundo tão fundo! E então encontrarás o hino que se sobreporá a esta melodia que te recorda o que não queres... beijinhos mts e tantos da Su

O meu reflexo disse...

Adoro esta música

AC disse...

Também associo músicas a momentos, fases da minha vida. Adoro música e oiço alguma de boa qualidade e portuguesa.Adoro Mafalda Veiga, os velhinhos GNR e Xutos, Rui Veloso, Pedro Abrunhosa, Paulo Gonzo, e pouco mais...não gosto de Mariza, nem sequer de fado.Detesto Tony camionete e essas tretas...

Já ouviste Lykke Li...Follow the Rivers...versão dance, é brutal, uma boa musica para ficar feliz, e abanar o corpinho.Irresistível!:)