14 de fevereiro de 2012

feliz dia S. Valentim a mim

o dia de hoje é de amor e felicidade, não que os outros não o sejam mas neste até aqueles em o sentimento se inibe de sair esforçam-se por o tornar um dia especial.
a essas pessoas desejo-lhes um feliz dia e que o aproveitem de forma feliz :)
acordei e fiquei ali na "ronha" dos lençóis a pensar...
nunca gostei deste dia... lembro-me de quando ia para a escola e via toda uma agitação no ar de quem tinha uma carta para entregar, um presente para oferecer, um amor para beijar... mas também via muito gozo em torno deste assunto em que se brincava com os sentimentos de forma directa e exagerada.
lembro-me de almoçar pela escola, e no restante tempo de almoço, sentar-me ao sol encostado a um pavilhão qualquer apenas a observar as brincadeiras intimas de quem usava esse tempo para namorar fora das grandes massas... ali  eu ficava enternecido, ate mesmo a invejar :) aquela felicidade tão sentida mas talvez não reconhecida por quem a vivia.
talvez eu também não a reconhecesse... talvez não... não a reconhecia com certeza.
mas hoje sim... a perda dá-nos maturidade.
dá-nos pontos de vista bem diferentes, faz-nos dar valor aos pequenos momentos de felicidade, faz-nos reparar no outro com mais atenção, faz-nos fechar os olhos e sentir, sonhar, desejar...
também hoje irei sentar-me ao sol... naquela duna a observar...

4 comentários:

Su disse...

Um dia feliz! ;)

Never Told Words disse...

Pois então que nessa duna ao sol tenhas um momento de felicidade :) porque ela anda aí.. ***

AC disse...

Dias de S.Valentim são todos os dias, quando quisermos e nos apetecer.Não vale a pena vivermos agarrados ao passado, podemos recordar o que nos faz felizes mas devemos prosseguir...porque o melhor é sempre o que ainda está para vir:)

Catarina disse...

Não namorei no Liceu... Mas amei muito, mas à distância alguém que já andava na faculdade!
De modo irreflectido e algo insano aguardei por esse amor... Hoje podia sentir-me arrependida, mas não sinto, apenas sinto que podia ter aproveitado os amores de Liceu de outra forma.
É a vida, o que sou hoje sou hoje! E devo a todas as minhas virtudes e falhas do passado no seu conjunto, por isso não há cá arrependimentos...
E vem a maturidade e leva os sonhos irreflectidos, vamos andando, vamos vendo, vamos sentindo... Amanhã é um dia novo, e hoje ainda há meio para viver :)