8 de abril de 2011

rascunhos na mesa de café_02

envolto de uma paisagem digna de se lhe tirar o chapéu que me presenteia com uns avantajados 35º à sombra, embrenho-me numa leitura apaixonante onde me desconecto deste mundo, ingressando numa viagem tão minha em que a imaginação é o caminho e as letras o meu guia...
embarco na última carruagem de um comboio que irá percorrer a Linha Transiberiana pelos próximos dias...
mas num ou outro escape caio na realidade e aquela nuvem escura, carregada de uma precipitação anormal, que me tem seguido, continua lá bem por cima da minha cabeça numa insistente perseguição que teima em não ter fim.
depois de pouco mais de 24 horas de viagem dou entrada na estação de Iekaterinburgo e com um fuso horário de mais duas horas, chego completamente esgotado...
será da nuvem? será da viagem?
pago, levanto-me e parto...

17 comentários:

Daniela disse...

Não olhes para ela, vai parecer tudo muito mais fácil.
Prefere acreditar que o cansaço é da viagem.
*

hug * disse...

não olho mas ela faz-se por notar...
*

Daniela disse...

Há-de haver alguém que te traga o Sol de volta
I hope so ;)
*

L* disse...

Essas nuvens escuras deviam ser banidas para sempre das nossas vidas! Banidas, simplesmente nunca mais poderiam aparecer...era tão bom se assim fosse, não era? Espero que essa nuvem escura desapareça rapidamente da tua vida!*

hug * disse...

L*
e a tua já desapareceu?

L* disse...

Felizmente já não tenho dessas nuvens há muito tempo!*

hug * disse...

como conseguiste?

L* disse...

Deixei de lhes ligar...e com o tempo acabaram por desvanecer! É uma questão de tempo...e perceber que só nos está a fazer mal!

hug * disse...

L*
e tb porque te apareceu esse alguem especial... :)

L* disse...

Claro que isso também ajuda...e muito! Mas por acaso desapareceu antes de conhecer o meu namorado...isto é um grande "e se", mas se já não tivesse esquecido o que me magoava se calhar não o tinha deixado aproximar-se de mim...entendes?

hug * disse...

é uma questão de "se"

mas entendo-te... estou a precisar afugentar essa nuvem...
obrigado
és uma querida

L* disse...

Tens de dar tempo ao tempo e o que te posso dizer é que quando deres por ela já desapareceu! ;)*

hug * disse...

tempo, tempo, tempo...
custa tanto a passa-lo :(
mas tenho de conseguir **

L* disse...

E vais conseguir, força ;)*

B* disse...

Eu sou ao contrário da maior parte das pessoas.
Eu gosto dessas nuvens.
Porque nem sempe conseguimos aguentar o sol.
Porque, quando a nuvem vai (e vai sempre).. saboreamos melhor cada raiozinho de sol e de luz.
Porque a nuvem me fez crescer enquanto aguardava o sol.

E no dia em que o sol entra na minha vida - eu sei - que o guardo bem perto do coração e o sei partilhar com alguém!

hug * disse...

B*
aqui sim vejo-me obrigado a reconhecer que tens razão...
tem um gostinho especial saborear cada pequeno raio de sol :)

anatereisa disse...

PÉRA AI
tu fizeste uma viagem no transiberiano?????