22 de agosto de 2011

parto...

...sem querer
...sem expectativa
...sem aquela euforia de outrora
...numa viagem
...numa aventura
...na esperança de alcançar o destino
...na busca da alegria de quem tão pouco ou nada tem
...ao encontro da genuinidade de quem vê o mundo sem maldade
...para me dar
...em voluntariado
...para dar aquilo que eu não tenho

parto só...
...tão só como tem sido a minha vida.

7 comentários:

Su disse...

Parte, mas não nos deixes nunca...

Never Told Words disse...

Sabes mt bem que não tas sozinho!!! E se não sabes, devias saber tonto!!! Longe, mas sempre presente **

Joana disse...

Sabes que a felicidade e a tranquilidade fazem-nos sentir bem connosco próprios e com os outros, e permitem-nos "olhar" o mundo com olhos de ver. E é a partir de pequenos momentos, desejos e acções como partir numa aventura, desejar alguma coisa ou até mesmo darmo-nos aos outros que compreendemos o verdadeiro sentido da nossa vida.
A única coisa pela qual tens de lutar com todas as tuas forças é nunca desistires de ti próprio, porque o resto, como se costuma dizer, vem por acréscimo.

Beijinhos, Joana

AC disse...

Partes mesmo? Em voluntariado?
Tanta coisa que em ti não vejo...tanta coisa que gostava de ver...Vais continuar por aqui certo?

Never Told Words disse...

eu nao tinha postado um comment aqui? :/ a dizer que não tás sozinho? hum? tás-me a censurar?

lua perdida disse...

tu estas so... eu estou so.... e no mundo todos nos estamos sozinhos.... entao algo temos tds em comum..... entao talvez n estejas tao so como pensas!!

hug * disse...

Su
obrigado pelo carinho :)
regressei...ainda nao sei por quanto tempo, mas regressei. ;)

never told words
obrigado pela presença mesmo que ausente :*

Joana
tens razão em tudo que dizes e eu farto-me de o repetir a mim mesmo...mas sou estupido demais e volto a cair sempre no mesmo erro :s

AC
tantas perguntas, tantas verdades...
regresso não regressando...
tanto em mim que não se vê...é apenas tudo o que vai para além da minha transparencia. *

lua perdida
talvez...
talvez sim ou talvez não...
mas concordo contigo :)